As ferramentas low-code têm se tornado tendência em todo o mundo e transformado a rotina de diversas empresas. A utilização de tecnologias de pouco código tem ganhado espaço em diversos setores, pois facilita a criação de aplicativos e plataformas por profissionais que não necessariamente são desenvolvedores. Alinhada a esta tendência e visando estes benefícios, o Grupo Dulub, produtor e distribuidor de lubrificantes automotivos com sede na Bahia, escolheu os recursos da Zeev para otimizar os processos internos. 

A facilitação do acesso às plataformas de automatização é um dos principais objetivos da Zeev. Na Dulub, a ferramenta low-code Zeev Enterprise - focada em empresas de grande porte - auxiliou as operações da empresa. “A ferramenta nos deu muitos resultados a nível de controle operacional. Por possuírmos mais de uma filial, e em vários estados, não existe uma padronização na cobrança. Assim, ao longo do tempo, os procedimentos padronizados eram descontinuados e acabavam se perdendo nas gavetas, ficando sem utilidade nenhuma”, comenta Mardem Carneiro, Coordenador Administrativo no Grupo Dulub.

Com a implementação do Zeev, a distribuidora obteve a padronização e controle de todo o processo de solicitação de suprimentos, desde a solicitação até a conciliação financeira, além de conseguir uma redução de 70% no percentual de inadimplência a partir da automatização do processo de cobrança de clientes e integração com o ERP da empresa. A automatização do processo de cobrança de clientes proporcionou um controle de 100% do processo.

Outro destaque é o processo de importação, agora com a solução Zeev, a empresa consegue acompanhar todo o trâmite burocrático e documental das atividades de importação de matéria-prima.

Com mais de 25 mil processos iniciados na ferramenta, a incorporação dela foi um total sucesso, principalmente pela sua facilidade de implementação. “Ficamos felizes em auxiliarmos empresas a construírem fluxos efetivos de processos, sempre com base na automatização e na autonomia”, finaliza o CEO da Zeev, José Roberto De Lazari.

Pode te interessar

A importância da experiência do cliente na cobrança

Automação de processos de negócios movimentará mais de US$ 8 milhões até 2026

O fator humano na jornada da hiperautomação