Com o início da operação de seu empreendimento no Parque do Vento de São Mizael, a TIVIT, multinacional brasileira e one-stop-shop de tecnologia, passa a ter 100% da sua energia consumida no país oriunda de geração eólica.

O Parque integra o Complexo Rio do Vento, no Rio Grande do Norte, em empreendimento em conjunto com a Casa dos Ventos. A aquisição das suas cotas pela TIVIT, somado à compra da energia para os próximos 12 meses, deve representar investimentos de cerca de R$ 40 milhões.

Com 30 escritórios e quatro de seus dez data centers localizados no Brasil e operando em mais nove países na América Latina, a TIVIT enxerga o uso da energia eólica como um passo importante para neutralizar o seu impacto de consumo de geração de carbono na natureza. A meta é produzir 100% de energia limpa em volume suficiente para cobrir o consumo de energia de fontes tradicionais em suas operações já neste final de 2021.

Além disso, como a produção de energia eólica do parque é superior ao volume consumido nas operações da empresa, o excesso de energia é direcionado para o Sistema Elétrico Nacional, contribuindo para neutralizar o consumo de carbono do Brasil.

“A TIVIT tem a consciência e o compromisso de diminuir sua pegada de carbono em meio a questões ambientais e de sustentabilidade, que têm se mostrado cada vez mais urgentes'', afirma Paulo Freitas, CFO da TIVIT. “Realizamos os investimentos necessários para suprir nosso consumo de energia por meio de um dos maiores projetos eólicos do mundo. Esperamos, por meio dessa ação, continuar a impactar positivamente a sociedade, incentivando a autogeração de energia limpa em um país que tem 75% de sua energia gerada por hidroelétricas e passa por um momento de dificuldade”, completa o executivo.

O empreendimento construído pela Casa dos Ventos, empresa que atua no desenvolvimento de projetos eólicos no Brasil, em parceria com a Vulcabrás, está em um local com uma das melhores condições de vento do País. Com sua carga total de produção, a partir de 2022, está prevista a geração de aproximadamente 1.200 empregos e terá uma capacidade instalada de 504 megawatts.

Pode te interessar

TIVIT anuncia mais de 230 oportunidades para 2022

TIVIT lança programa de formação de desenvolvedores em tecnologia low-code

TIVIT é a casa de três das quatro maiores super máquinas da América Latina