A NICE Systems (NASDAQ: NICE) anunciou seus resultados referentes ao segundo trimestre e ao primeiro semestre do ano, encerrados em 30 de junho de 2015.

Os destaques financeiros não GAAP do segundo trimestre de 2015 incluem:        

  • Receita de US$ 235 milhões - aumento de 6% em relação ao ano anterior.
  • A receita proveniente de produtos cresceu 12% em relação ao mesmo período de 2014.
  • O lucro operacional aumentou para US$ 52 milhões - um incremento de 25% em relação ao ano anterior.
  • A margem operacional aumentou para 22,3%, em comparação com os 18,9% do mesmo período de 2014.
  • Lucro por ação de US$ 0,70 - aumento de 21% em relação ao ano anterior.
  • O fluxo de caixa das operações mais que dobrou em comparação ao ano anterior, alcançando US$ 57 milhões.

“Temos o prazer de reportar mais um trimestre de resultados sólidos”, disse Barak Eilam, CEO da NICE. “Desconsiderando-se o impacto causado pelas taxas de câmbio, o crescimento da receita foi de 9%. O lucro por ação aumentou 21, impulsionado por um aumento significativo em nossa margem operacional, que alcançou 22,3%. Como estas sólidas taxas de crescimento são todas orgânicas, elas refletem o desempenho continuamente bem-sucedido do nosso planejamento operacional no sentido de melhorar cada vez mais nossos resultados parciais e finais”.

O CEO da NICE prosseguiu: “Os pontos-chave para o nosso sucesso têm sido inovação acelerada e capacidade de disponibilizar nossos produtos no mercado de forma ágil e eficiente, alavancando nosso sólido posicionamento estratégico e competitivo, nossa liderança de mercado e nossos comprovados ativos líderes de setor, que incluem nossa base de clientes, nossas equipes de vendas e a nossa marca. Continuamos a ver inúmeras oportunidades à frente para maior crescimento e rentabilidade, à medida que continuamos a implementar nosso planejamento estratégico”.

Declaração de dividendos  
A empresa declarou um dividendo em dinheiro para o segundo trimestre de 2015 de US$ 0,16 por ação. A data de registro será 11 de agosto de 2015, e a data de pagamento será 27 de agosto de 2015. Será retido imposto a uma taxa de 15%.

Destaques financeiros não GAAP do segundo trimestre, encerrado em 30 de junho:
Os dados financeiros não-GAAP a seguir são provenientes de operações contínuas, excluindo-se os resultados da divisão de Inteligência em 2015 e 2014.

Receitas: as receitas totais não GAAP do primeiro trimestre de 2015 foram de US$ 234,8 milhões - 6% a mais que os US$ 221,6 milhões registrados no segundo trimestre do ano anterior.

Lucro bruto: o lucro bruto não GAAP e a margem bruta não GAAP do segundo trimestre de 2015 aumentaram para US$ 161,2 milhões e 68,7%, respectivamente, comparados a US$ 149,0 milhões e 67,3%, respectivamente, no segundo trimestre do ano anterior.

Lucro operacional: o lucro operacional não GAAP e a margem operacional não GAAP do segundo trimestre de 2015 aumentaram para US$ 52,4 milhões e 22,3%, respectivamente, comparados a US$ 41,9 milhões e 18,9%, respectivamente, no segundo trimestre do ano anterior.

Lucro líquido proveniente de operações contínuas: o lucro líquido não GAAP e a margem líquida não GAAP do segundo trimestre de 2015 aumentaram para US$ 43,0 milhões e 18,3%, respectivamente, comparados a US$ 35,4 milhões e 16,0%, respectivamente, no segundo trimestre do ano anterior.

Lucro por ação proveniente de operações contínuas: O lucro por ação não GAAP do segundo trimestre de 2015 aumentou em 20,7%, chegando a US$ 0,70, comparado a US$ 0,58 no segundo trimestre do ano anterior.

Destaques financeiros GAAP do segundo trimestre, encerrado em 30 de junho:
Os dados financeiros GAAP a seguir, exceto fluxo de caixa e saldo de caixa, são provenientes de operações contínuas, excluindo-se os resultados da divisão de Inteligência em 2015 e 2014.

Receitas: as receitas totais do segundo trimestre de 2015 aumentaram em 6,1%, alcançando US$ 234,7 milhões, em comparação com os US$ 221,3 milhões registrados no segundo trimestre do ano anterior.

Lucro bruto: o lucro bruto e a margem bruta do segundo trimestre de 2015 aumentaram para US$ 153,7 milhões e 65,5%, respectivamente, comparados a US$ 138,5 milhões e 62,6%, respectivamente, no segundo trimestre do ano anterior.

Lucro operacional: O lucro operacional e a margem operacional do segundo trimestre de 2015 aumentaram para US$ 35,3 milhões e 15,0%, respectivamente, comparados a US$ 13,7 milhões e 6,2%, respectivamente, no segundo trimestre do ano anterior.

Lucro líquido proveniente de operações contínuas: o lucro líquido e a margem líquida do segundo trimestre de 2015 aumentaram para US$ 28,8 milhões e 12,3%, respectivamente, comparados a US$ 11,9 milhões e 5,4%, respectivamente, no segundo trimestre do ano anterior.

Lucro por ação proveniente de operações contínuas: o lucro por ação do segundo trimestre de 2015 foi de US$ 0,47, comparado com os US$ 0,19 registrados no segundo trimestre do ano anterior.

Fluxo de caixa operacional e saldo de caixa: o fluxo de caixa operacional do segundo trimestre de 2015 foi de US$ 57 milhões. No segundo trimestre, US$ 12,1 milhões foram utilizados para recompra de ações e US$ 9,5 milhões para quitar dividendos. Até 30 de junho de 2015, o total de caixa e equivalentes de caixa, os investimentos de curto prazo e os títulos e valores mobiliários comercializáveis eram de US$ 628,8 milhões, sem dívidas.

Orientação para o terceiro trimestre e o exercício completo de 2015:
Terceiro trimestre de 2015: as receitas totais não GAAP do terceiro trimestre de 2015 devem ficar entre US$ 236 milhões e US$ 246 milhões. Os lucros por ação não GAAP do terceiro trimestre de 2015 devem ficar entre US$ 0,68 e US$ 0,74.

Exercício completo de 2015: a empresa continua com a previsão de que as receitas totais não GAAP do exercício completo de 2015 fiquem entre US$ 985 milhões e US$ 1.005 milhões. A empresa aumentou sua expectativa de lucro por ação não GAAP para o exercício completo de 2015 para algo entre US$ 3,04 e US$ 3,15.

Leia mais

Aquisições: movimento do mercado é uma tendência

Relatório mostra como funcionam as ouvidorias de seguradoras

Atento inaugura Centro de Gestão de Operações em Madri