Com inovação no DNA e atenta às melhores práticas de Customer Experience (CX), a Microcity, empresa brasileira pioneira em outsourcing de ativos de TI e líder do segmento no país, com mais de 200 mil equipamentos alocados, anuncia sua assistente virtual, desenvolvida com Inteligência Artificial (I.A.), Suzy 4.

O robô de atendimento será disponibilizado para clientes das ofertas de PC as a Service (PCaaS), que abrange a terceirização de ativos de TI, como computadores, notebooks, smartphones etc., e de Infrastructure as a Service (IaaS), que provê desde instalações de datacenter, comunicação, mobiliário, computadores e workstations para Contact Centers e Lojas.

Segundo Luis Carlos Nacif, presidente da Microcity, a Suzy 4 vai ao encontro das demandas de autoatendimento das empresas, que têm como objetivo melhorar a forma como os colaboradores interagem com questões rotineiras de TI, como troca de senhas, chamados de manutenção e suporte, e instalação e atualização de ferramentas, como o pacote Office da Microsoft, por exemplo, facilitando a execução de processos que não necessitam diretamente de intervenção humana.

“A forma como os usuários e áreas de TI se comunicam está mudando, a velocidade que eles esperam ser atendidos é a mesma de um aplicativo de mensagens ou de transporte, sem gargalos e sem demora. Por meio da Suzy 4 queremos entregar essa realidade para os nossos clientes”, afirma o executivo. De acordo com ele, a expectativa é que cerca de 35% dos clientes da Microcity passem a usar a Suzy 4 até o final deste ano. “Com o amadurecimento e a demanda crescente da tecnologia por parte das companhias, prevemos que até meados de 2020 aproximadamente 80% da nossa base de clientes irá fazer uso da nossa IA, a fim de aprimorar os negócios através do autoatendimento”.

Ainda segundo Nacif, o autoatendimento é uma tendência global, não apenas no meio corporativo, mas em segmentos como varejo, hoteleiro e até no setor aéreo. “Os benefícios do autoatendimento são inúmeros, como redução de custos, aumento de eficiência e agilidade, além de proporcionar mais autonomia para os usuários, o que alivia os agentes envolvidos nos tradicionais processos de atendimento, seja para cliente interno ou externo”, diz.

Desenvolvida com inteligência cognitiva, a Suzy 4 tem capacidade de registrar e aprender processos corporativos, como abertura de chamados de suporte, avisos de atualização de sistemas etc., e assim executar tarefas de maneira automática para solucionar problemas e se adiantar às demandas dos usuários, explica Junio César Ribeiro, gerente da Central de Serviços da Microcity, e um dos responsáveis pela criação da assistente virtual.

“No futuro, os bots de atendimento deverão anteceder as necessidades relacionadas às rotinas de trabalho, por meio da inteligência artificial somada a sensores capazes de mensurar, por exemplo, a capacidade e ciclo de vida de uma determinada máquina, dos aplicativos e das ferramentas de TI em uso nos negócios, e sem que ninguém perceba, identificar e sanar gargalos operacionais de forma intuitiva e automática”, prevê Ribeiro.

Para os próximos passos, Luis Carlos Nacif planeja novas funções para a assistente virtual. “A Suzy 4 já nasceu com o espírito da Microcity, esperta, ágil e arrojada, mas queremos que ela vá além. Queremos que ela evolua e passe a ser usada não apenas pelo setor de TI dos nossos clientes, mas como canal de vendas, de atendimento aos consumidores, e outras áreas estratégicas, melhorando a experiencia dos nossos clientes no relacionamento com a Micocity”, finaliza.

Pode te interessar

Avon lança sua nova Assistente Virtual

Banco Inter reforça time de atendimento com assistente virtual

Agente virtual com inteligência cognitiva da Algar Tech leva ouro em premiação da ABEMD