A G Data representada no Brasil pela FirstSecurity, em seu último relatório sobre as ameaças globais apurou um aumento de 40% no número de ataques aos dispositivos móveis equipados com Android: mais de 3 milhões e 240 mil novas variantes de ameaças foram criadas durante o ano.

O cenário, segundo os especialistas da G Data, compromete a Transformação Digital de maneira contundente, tanto as corporações como para os usuários domésticos. Para garantir a evolução digital é necessária mais atenção às políticas de proteção aos dispositivos móveis, justamente porque os criminosos cibernéticos elegeram os aparelhos móveis Android como a prioridade de suas ações.

“O crescente volume de novas variantes de códigos maliciosos criado para Android sinaliza que a mobilidade se tornou um campo fértil para as ações dos criminosos”, comenta Bruno Coelho, especialista da FirstSecurity. “Os smartphones e tablets se tornaram elementos indispensáveis na vida diária nas empresas, das pessoas no trabalho e lazer. Não se poderia acreditar que o cyber crime não iria centrar suas ações nestes dispositivos. Por isso, a Transformação Digital fica totalmente comprometida sem que se adote políticas efetivas de segurança para este novo ambiente tecnológico. Com o avanço da Internet das Coisa, esta atenção deve ser ainda mais redobrada”, enfatiza o especialista.

Leia mais

Transforme-se digitalmente e sobreviva ao mercado

O data center e a transformação digital

A experiência do cliente no centro da Transformação Digital