Nos últimos meses, as notícias dando conta da crise no mercado de trabalho brasileiro, vem ganhando cada vez mais destaque. O cenário pessimista tem surpreendido até os mais otimistas e mesmo quem continua em atividade tem sido afetado pelo receio de perder o emprego. A falta de motivação no trabalho traz consequências diretas à produtividade. O colaborador desmotivado tem dificuldade de concentração e diminui sua produtividade.

Em momentos como este, manter os funcionários motivados é fundamental para que as empresas continuem produzindo e os postos de trabalho sejam mantidos, mas nem sempre esta é uma tarefa fácil.

Renato Mendes, consultor de carreiras da plataforma de empregos Job1 explica que a maior parte dos colaboradores se mostra disposta a fazer um esforço genuíno para ajudar a empresa se isso significar manter os seus postos de trabalho e, nestes momentos, o maior erro que a companhia pode cometer é deixar de dar satisfação sobre a situação real na qual se encontra: “Quando algo não vai bem, o clima na organização muda. Pensar que isso pose ser escondido dos funcionários pode ser um grande erro. A falta de clareza tende a alimentar conversas de corredores e gerar especulações. Transparência nestes casos é sempre a melhor alternativa. Outros dois grandes erros que devem ser evitados pelas organizações são não valorizar o empenho e dedicação dos colaboradores e atrasar o pagamento dos salários”.

Renato Mendes explica que simples ações podem fazer a diferença nestes momentos e traz três dias eficazes para manter a equipe motivada em tempos de crise:

  1. Destaque a importância de cada um: Valorizar os funcionários e deixar clara a importância de cada um deles para superar o momento difícil é fundamental. Quando o colaborador percebe que é valorizado como parte do processo, a tendência natural é que se engaje e dedique em busca de melhores resultados.
  2. Ouça o que seu funcionário tem a dizer: Um colaborador comprometido tem uma grande chance de perceber o cenário de crise de forma diferenciada. Ele pode oferecer sugestões para melhoria que não seriam facilmente percebidas por quem está na liderança. Esteja aberto a ouvir.
  3. Seja o exemplo: O comportamento do gestor diante de um momento de crise é muito mais forte do que suas palavras. Quando os líderes se mostram motivados em superar a fase ruim, tendem a inspirar suas equipes a agirem da mesma maneira.

Para Renato Mendes, manter a equipe motivada traz inúmeros benefícios para toda a empresa: “Quando todos estão emprenhados em enfrentar as adversidades, cresce o espírito de trabalho em equipe e surgem grandes exemplos de liderança e superação. Todo este movimento interno se reflete, rapidamente, em mais autoestima dos funcionários e sentimento de pertencimento. Com o engajamento de todos, também é natural que o produto ou serviço prestado pela empresa ganhe em qualidade e os clientes fiquem mais satisfeitos. No final, todos ganham”.

Leia mais

O Georecrutamento ainda vai salvar a sua empresa

Como vencer os desafios em sua carreira este ano

Como a realidade aumentada pode ajudar no treinamento?