A CSU, empresa líder no mercado brasileiro de prestação de serviços de alta tecnologia voltados ao consumo, relacionamento com clientes, processamento e transações eletrônicas, acaba de anunciar um lucro líquido de R$ 7,5 milhões nos seis primeiros meses do ano, valor que supera em 66,5% o mesmo período de 2014. No trimestre (2T15), o lucro líquido foi de R$ 3,8 milhões, 3,4% maior que o registrado no 1T15 e com 24,2% de aumento na comparação dos últimos 12 meses.

A receita bruta do segundo trimestre de 2015 totalizou R$ 126,3 milhões, 21,9% acima da registrada nos mesmos meses de 2014 e 3,3% superior ao primeiro trimestre do ano. O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) chegou aos R$ 16,9 milhões no 2T15, o que representa uma expansão de 19,3% e de 5,8%, se comparado ao 2T14 e ao 1T15, respectivamente.

Para o CFO da CSU, Ricardo Ribeiro Leite, os números foram impulsionados pela entrega de resultados positivos em todas as unidades de negócios. “Nossos principais indicadores financeiros – Receita, EBITDA e Lucro – cresceram dois dígitos na comparação com o mesmo período do ano passado, atestando o acerto de nossa estratégia comercial e de diversificação de negócios, mesmo em um ambiente de negócios mais adverso”, explica o executivo.

A CSU CardSystem, unidade que engloba as divisões de negócios responsáveis pelo processamento e administração dos meios eletrônicos de pagamento (CardSystem), MarketSystem (soluções de marketing de relacionamento, fidelidade e e-commerce) e ITS (terceirização de TI), representou 53% da receita total da Companhia e 81% do EBITDA, impactando positivamente o resultado consolidado.

Na unidade de meios eletrônicos de pagamento (CardSystem), a base de cartões faturados apresentou um crescimento de 12,8% nos últimos doze meses, chegando ao final do semestre com 16,8 milhões de plásticos. A migração da base de 500 mil cartões do BMG contribuiu integralmente em termos de receita e resultado neste trimestre. Também, a Companhia manteve seus esforços com o objetivo de ampliar a representatividade dos cartões faturados perante a base dos cartões cadastrados.

Na MarketSystem, o OPTe+, que conta com milhões de participantes cadastrados nos diversos programas de fidelidade atendidos pela plataforma, ampliou seu marketplace por meio de novas parceiras, principalmente na área de moda, decoração e acessórios de luxo. Também neste trimestre, a MarketSystem aumentou sua base de clientes por meio da implantação do programa de fidelidade das Lojas Pernambucanas e do Shopping Corporativo do Santos Futebol Clube. Este último, inclusive, está vinculado ao programa de fidelidade do Clube, o Sócio Rei, também gerenciado pela MarketSystem, de tal forma que as compras efetuadas pelos torcedores geram pontos no Programa, cuja plataforma de resgate é também o OPTe+.

Destaque para o número de resgates na plataforma OPTe+ que praticamente dobrou nos últimos 12 meses, demonstrando a crescente aceitação do produto sustentado pelo diferencial da oferta desse serviço no mercado de fidelidade.

A CSU Contact, unidade da Companhia que atua no setor de contact center, apresentou um crescimento de 20% no número médio de posições de atendimento (PA’s) nos últimos doze meses, encerrando o semestre com cerca de 2,6 mil PA’s médias faturadas.

“A Companhia manteve nesse semestre forte disciplina com relação a custos, o que já refletiu em aumento da produtividade e na evolução do EBITDA e margem EBITDA do período, principalmente quando comparamos o primeiro semestre deste ano com o de 2014”, explica o CFO, Ricardo Ribeiro Leite.

Renata Oliva, diretora de Relações com Investidores da CSU, destaca a evolução da Companhia mesmo em um cenário econômico desafiador. “A palavra de ordem na Companhia é produtividade. A atuação da CSU está em segmentos com grande potencial de desenvolvimento, como meios de pagamentos, tecnologia da informação e e-commerce. Somados a isso estão nossos esforços para aprimorar os negócios e buscar novas oportunidades em todas as frentes de atuação”, afirma Renata.

Leia mais

Capgemini amplia contrato com a Nokia

NICE recebe prêmio de Tecnologia para Contact Centers

A perspectiva dos CEOs sobre a experiência do cliente