A SIMEST (Sociedade Italiana para Empresas no Exterior), que promove o desenvolvimento de empresas italianas fora da União Europeia, acaba de ingressar no capital da AlmavivA do Brasil. Pelo aporte, firmado em abril, mas só agora divulgado, o órgão estatal italiano passa a deter 5% das ações da unidade brasileira por meio de uma capitalização de
R$ 50 milhões. O restante do capital segue nas mãos da Família Tripi, na Itália (controladora); e da GE Capital.

O ingresso da SIMEST amplia ainda mais a capacidade da empresa de crescer e gerar novos negócios e empregos no País. “Apesar da recessão econômica, enxergamos oportunidades no mercado brasileiro. A chegada da SIMEST fortalece o patrimônio e os planos de nossa empresa para o futuro”, comemora Francesco Renzetti, CEO.

Renzetti reforça, ainda, que o interesse da SIMEST se deve, em boa parte, à atratividade da empresa. “A proposta de valor da AlmavivA do Brasil, de realizar acordos comerciais variáveis nos quais se promove modelos de precificação inteligentes, baseados em plataformas exclusivas de tecnologia, é atraente e tem sido escolhida por um maior número de clientes no País. Isso seguramente chamou a atenção de nosso novo sócio, que tem por missão fazer crescer os negócios italianos no exterior e obter no longo prazo o retorno esperado”.

Leia mais

AlmavivA apresenta lucro em 2015

AlmavivA patrocina Orquestra da Academia Nacional Santa Cecilia

AlmavivA contribui para a empregabilidade no Nordeste