Como o setor se comportará em momento de crise?

1,4 milhão de colaboradores.! Segundo dados da Sintelmark - Sindicato Paulista das Empresas de Telemarketing - esse é o número de pessoas trabalhando no setor de contact center no Brasil. Além de auxiliar milhares de jovens a conseguir a primeira oportunidade profissional, o mercado deve crescer 4,62% em 2015, movimentando cerca de R$ 45,4 bilhões, segundo pesquisa da E-Consulting Corp. Como continuar prosperando apesar do difícil cenário econômico enfrentado pelo país?

A resposta pode estar em Belo Horizonte, no 2º Congresso Regional de Crédito e Cobrança Sudeste. O evento reúne os principais líderes do setor para discutir as melhores estratégias para sair da crise. Um dos destaques da programação é o painel com participação de Ariane Abreu, Diretora Comercial da Total IP -  solução integrada de voz e e-mail para contact centers, às 14h30. O tema é a "Cobrança e relacionamento: a humanização do atendimento como estratégia para alta performance na recuperação".

"Antes de buscar o contato, é necessário entender o sentimento e o momento de vida dessas pessoas, elaborando melhor as estratégias de uma operação para tratá-las com extremo profissionalismo, respeito e, principalmente, empatia. Tornar a cobrança algo natural – sem constrangimentos – abre portas para uma recuperação não só do crédito, como também da autoestima do devedor. Com isso, cria-se vínculo e colaboração para firmar e cumprir acordos", opina a executiva.

Para contribuir com uma cobrança mais humanizada e eficiente, a Total IP desenvolveu o Gestão de Monitoria, transformando atendentes em futuros negociadores. Com a ferramenta, é possível qualificar a gravação dos operadores e gerar um relatório com histórico, permitindo um acompanhamento mais assertivo.

Leia mais

GMC Software fecha parceria com a Exímia

Algar Tech anuncia parceria com Fortinet para segurança de rede

Setor crescerá menos devido à crise econômica

Tags: eventos, cobrança, total ip, crédito, congresso