Maio começou com o Brasil ultrapassando mais de cem mil casos confirmados de Covid 19 e índice de letalidade de 6,9%, como mostra último levantamento do Ministério da Saúde. Ainda segundo o balanço, a região Sudeste do país concentra o maior número de registros. São mais de 48 mil casos, 47,6% do total. São Paulo continua sendo o epicentro da doença, com mais de 34 mil casos confirmados e mais de 3 mil óbitos.

O aumento do número Coronavírus pressiona autoridades de saúde para adoção de medidas rápidas e eficazes e na tentativa de conter o avanço da pandemia, diversas são as iniciativas colocadas em prática de norte a sul do país. Empresas de saúde e medicina diagnóstica se aliam às autoridades com estratégias que auxiliem na contenção de casos e ofereçam respostas práticas e seguras à população. Comprometido com a causa e desde os primeiros registros da Covid 19 no país, o Grupo Sabin, segue adotando medidas de enfrentamento à pandemia.

De acordo com a Presidente da empresa, Dra Lídia Abdalla, diversos projetos foram colocados em prática. No início do ano, por exemplo, a equipe P&D do Sabin desenvolveu, em tempo recorde, o teste para detectar o novo Coronavírus. "Foram vinte dias de dedicação dos nossos especialistas. Desenvolvemos o exame PCR padrão ouro para o diagnóstico. O teste molecular que identifica a presença do DNA do vírus", reforça a Executiva.

Além disso, a empresa implementou outras medidas importantes como unidades de atendimento exclusivos para testes nos Estados de São Paulo, Brasília, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Paraná, Minas Gerais, Roraima, Amazonas, Tocantins e Santa Catarina, que asseguram atendimento diferenciado e exclusivo para quem opta por fazer os exames de forma individualizada. "Estas unidades foram equipadas e estão preparadas para o controle do fluxo de pessoas, higienização, desinfecção e precaução de contato", destaca a Presidente.

Outro canal de atendimento que chancela o compromisso em oferecer comodidade e segurança é o sistema drive thru, onde o paciente é submetido a coleta é feita via swab nasal, sem sair do carro. O teste segue a metodologia RT-PCR e é oferecido em Brasília, Manaus, Salvador e Campinas. "Essa modalidade permite que pessoas com suspeita de infecção façam a coleta com o menor contato possível com outros indivíduos. Além de segura, esta modalidade alivia o fluxo de pacientes em hospitais e reduzindo reduz o risco de infecção durante o processo. Por isso, estamos finalizando as próximas etapas de expansão deste projeto para outras regiões do país", destaca a Presidente.

Focada nestas práticas preventivas o Sabin também expandiu seu portfólio de opções de testes para detectar o vírus. Foram implantados nas unidades de 12 estados e mais o Distrito Federal, os testes IgG e IgM, que detectam por meio de amostra de sangue do paciente se ele produziu ou não anticorpos contra o COVID-19. Além do novo teste de sorologia, o laboratório também já realiza a análise molecular PCR, considerada padrão ouro, para suporte ao diagnóstico da COVID 19. Este teste foi desenvolvido internamente pela equipe de pesquisa e desenvolvimento do Grupo, que conta ainda com outro facilitador de acesso como alternativa ao cliente, a coleta em domicílio, uma solução segura para cuidar da saúde sem sair de casa. "Por meio de nossas plataformas alguns cliques permitem que nossos clientes acessam as inúmeras opções de exames e vacinas que podem ser feitas no conforto de casa. Profissionais capacitadas e protegidos com reforço dos EPI’s garantem proteção dos colaboradores e clientes. Estas são algumas medidas que têm dado resultados satisfatórios e auxiliam no propósito maior, o bem comum e o cuidado com a população neste momento", enfatiza Abdalla.

Pode te interessar

A telemedicina é o novo modelo de negócios na área da saúde

O futuro da relação entre marcas e consumidores

Compliance e monitoramento são ferramentas essenciais para o Contact Center em tempo de pandemia