Quando a inovação circula pelas veias de uma empresa, as ações que ela adota culminam para o desenvolvimento de produtos, serviços e iniciativas de vanguarda. A Vitacon foi criada com esse tipo de DNA e isso pode ser visto em tudo o que ela faz. Uma das novidades fresquinhas que a empresa tem o prazer de anunciar é o investimento na acessibilidade de seu site, que a partir de agora passa também a comunicar em libras, facilitando o acesso a pessoas com deficiência auditiva.

Tendo como pano de fundo o mês de setembro, período no qual é comemorado o mês dos deficientes auditivos, a Vitacon apresenta parceria com a Hand Talk – empresa que desenvolve tecnologia de tradução simultânea em Libras – e, agora, quem acessa a ferramenta da acessibilidade no site da incorporadora, encontra o intérprete virtual Hugo. O personagem das Hand Talk fará a tradução de todos os conteúdos das páginas, facilitando o entendimento e compreensão das mensagens da marca para esse público.

O objetivo desta ação de responsabilidade social é aproximar a marca desse público. "A nossa companhia fala com todo mundo, por isso nossa preocupação em adequar a forma de nos comunicarmos com as pessoas que têm deficiência auditiva. Eles também são clientes, têm necessidades e expectativas. Por isso merecem nosso respeito e consideração", explica Alexandre Frankel, CEO da Vitacon.

Comunicação falha
Essa atitude, de acordo com o CEO da empresa, é uma inovação, pois somente 2% dos sites brasileiros são acessíveis. E no Brasil existem mais de 10 milhões de pessoas com deficiência auditiva. Segundo a WFD (Federação Mundial dos Surdos, tradução da sigla em português), 80% das pessoas com esse tipo de deficiência têm dificuldades com a língua escrita. "Na hora de acessar os conteúdos, a maioria não compreende a mensagem", destaca Frankel.

Pode te interessar

Profissionais engajados são a porta de entrada para a fidelidade do cliente

Saiba como centralizar a sua empresa no cliente e gerar engajamento

Experiência de compra do consumidor, a nova “corrida do ouro”