A ioasys, empresa especializada em transformação digital ágil, apresenta uma pesquisa inédita sobre as mudanças de hábitos de comportamento e consumo dos brasileiros durante a pandemia, com a participação de mais de 1300 pessoas de 13 a 81 anos de todos os estados do Brasil e classes sociais.

O estudo revelou os hábitos digitais que as gerações têm ganhado durante esse período com a frequente aceleração da transformação digital. A Geração Z, por exemplo, tem usado a internet principalmente para assistir vídeos online (84,2%), séries e filmes (84,2%) e ouvir música (82,4%). É o grupo que mais têm assistido a Webinar e Videoaulas (56,1%). Mas a pesquisa revelou também que apenas 38,5% estão seguindo as recomendações de isolamento social à risca 100% do tempo.

Já os Millenials (21 a 35 anos) são quem têm mais assistido às lives em redes sociais (58,2%). Apenas 29% ouvem podcasts. Metade deles jogam online, assistem cursos digitais e procuram por notícias. Enquanto a Geração X (36 a 55 anos) tem se dividido entre assistir séries e filmes (73,4%), vídeos online (63,2%) e ouvir músicas (55,4%). Apenas 30% se interessam por memes e vídeos engraçados.

O isolamento fez com que muitas famílias passassem a conviver de maneira mais próxima, ainda que digitalmente, e gerações diferentes passaram a compartilhar essas novas experiências. Por isso, no geral, os hábitos digitais entre as gerações possuem um grau de variação menor do que muitos imaginam. Os Boomers têm utilizado a internet para assistir a filmes e séries (51,1%), ouvir música (46,6%), assistir vídeos (45,8%) e fazer vídeo chamadas com amigos e família (45,1%).

Tudo está conectado
No geral, as pessoas têm passado, em média, quatro horas por dia conectadas com mídias sociais durante a quarentena. Além disso, os entrevistados revelaram que têm consumido mais notícias por meio das redes sociais (81%) do que pela televisão (61,5%).

4 a cada 10 entrevistados fizeram download de pelo menos três novos aplicativos durante a quarentena enquanto 18% ainda não fizeram nenhum. Os mais utilizados no período são Whatsapp - 99,6% usa diariamente; Instagram, utilizado todos os dias por 78,7% dos entrevistados; e Facebook, utilizado com uma menor frequência - 43,4% afirmam entrar às vezes e 20,2% não têm o app. Os novos queridinhos do momento também não ficaram para traz. Confira:

Transformação digital
Com o objetivo de mapear o cenário atual - principalmente com o avanço de tecnologias digitais -, as mudanças e as expectativas futuras dos brasileiros em relação à conjuntura político, econômica, social e cultural da pandemia causada pelo COVID-19, a ioasys analisou tendências de transformação digital. O estudo teve participação maioritária de mulheres (55%), sendo 59% dos participantes do Sudeste e 22% do Nordeste. 62% dos respondentes são das classes C, D ou E e quase 61% são millennials (21 a 35 anos). Para saber mais, acesse: http://ioasys.com.br/creative-legacy/.