Muito se fala hoje sobre o futuro das relações com os avanços da tecnologia e as marcas não são exceção. Com as mudanças recentes, o atendimento ao público por meio de robôs já é uma realidade, bem como a análise de dados com foco em uma comunicação assertiva. A Social Miner, plataforma de engajamento que ajuda sites a aumentarem sua conversão através de soluções centradas em pessoas, é umas das empresas atentas ao mercado e oferece um serviço personalizado aos clientes por meio da junção da inteligência artificial com automação de marketing e comunicações personalizadas: o People Marketing.

People Marketing é uma metodologia focada em identificar potenciais consumidores que não estão preparados para converter imediatamente. O objetivo é criar um relacionamento orgânico de longo prazo através de interações humanizadas e multicanais. Diferente de estratégias já utilizadas no mercado, o foco não é trazer novas pessoas com conteúdo ou táticas proativas, mas reter quem já chegou ao site e se interessou por descobrir ou comprar um determinado produto ou serviço.

Por meio da metodologia, a Social Miner analisa o perfil do consumidor, o que ele deseja, a finalidade e preferência a partir de dados cedidos pelo próprio usuário. De acordo com Ricardo Rodrigues, cofundador da Social Miner, a inteligência por trás do tratamento desses dados contribui para uma experiência personalizada - e que pode aumentar em até 3,5x o volume de conversões. "O foco é identificar as necessidades exclusivas de cada um desses clientes e, com isso, criar uma comunicação baseada nas expectativas do usuário, criando oportunidades de compra na hora certa", aponta Rodrigues.

Através da plataforma, os visitantes do site passam a receber comunicações mais personalizadas. Diferente de outras estratégias do mercado, o People Marketing não é de uma propaganda que persegue, mas sim engaja o consumidor a fim de estabelecer laços. "O aumento nas taxas de cadastro, vendas e fidelização dos clientes são uma consequência desse trabalho e respeito pelo consumidor - resultados muito bem-vindos e comemorados pelos nossos clientes.", afirma Rodrigues.

Segundo o cofundador, no geral, o objetivo final dos e-commerces é gerar lucro. Para isso, precisam mostrar seus produtos e serviços, despertando o desejo e atendendo as pessoas. No entanto, o que diferencia uma empresa das outras é, exatamente, como ela pretende alcançar esse público.

Na prática
De acordo com dados da plataforma e dos clientes, o formato é um aliado para as marcas, que acabam, consequentemente, vendendo mais e sendo percebidas de outra forma pelo público. Um exemplo foi o trabalho realizado para a Natura em 2017 que apresentou números expressivos. Em seis meses, foram produzidas mais de 617 campanhas diferentes dentro do e-commerce da marca e 43% das vendas na Black Friday foram provenientes por meio dos canais da Social Miner, além de conectar mais de 600 mil pessoas.

Outras notícias

Segredos para o bom relacionamento com o cliente

O futuro do relacionamento com as novas gerações de consumidores está na omnicanalidade

Omnichannel: a nova geração do relacionamento com o consumidor