A experiência de compra, que garante cada vez mais autonomia dos consumidores por meio de conexões com a tecnologia revela uma nova tendência de hábito da massa ativa de consumo. Nos próximos três anos, 60,4% dos brasileiros devem adotar soluções utilizando recursos como autoatendimento. A informação está na pesquisa High-Tech Retail – A Tecnologia e o Comportamento de Compra do Brasileiro, realizada pela Croma Solutions. A promessa para o setor supermercadista, que representa 5,4% do PIB Brasileiro (R$ 315 bilhões), de acordo com a Abras (Associação Brasileira de Supermercados), é de crescimento, já que a novidade não se restringe às grandes companhias e insere o conceito de modernização tanto para as lojas, quanto para as marcas.

Diante deste novo perfil do consumidor, em que o público é o protagonista principal, também aumenta a busca um atendimento interativo e com mais liberdade. "O varejo precisa primar pela conveniência e experiência autoral de compra. Além disso, os investimentos pelos softwares devem levar em conta estratégias de CRM, neurociência cognitiva para mapear o comportamento do comprador e vincular aos recursos de inteligência de dados. Afinal, o mais importante é que todos os clientes tenham a melhor experiência de compra”, explica Bruno Tiergarten, diretor de inovação da Megasul Sistemas.

Novas experiências
O processo no autoatendimento é simples e rápido. Após parar em frente a um monitor e se identificar, Neimar May, de 32 anos, começou a seguir as orientações explicativas do autocaixa para efetuar o pagamento das compras: escaneou o código de barras de cada produto, colocou os itens na sacola, digitou a senha do cartão e pegou o cupom fiscal. Ele já havia feito compras em self check-outs nos Estados Unidos, mas no Brasil utilizou o sistema pela primeira vez em Santa Catarina. “Quando vi a opção não tive dúvidas, fui direto para o autoatendimento e não precisei perder meu tempo na fila”, disse.

A facilidade já está em operação desde julho na cidade de Blumenau, sede da Oktoberfest, em quatro terminais de autocaixas de uma cooperativa. A inovação trouxe opções para proporcionar maior comodidade aos consumidores, principalmente para àqueles que estão adquirindo poucos produtos, e estima-se que a solução otimiza o processo de compras em até 30%.

A solução desenvolvida pela Megasul Sistemas possui um layout e interface 100% intuitivos. As opções de instruções na tela e em áudio para diferentes idiomas são características diferenciais que devem impactar no atendimento durante o próximo mês, quando ocorre a maior festa alemã na capital nacional da cerveja e 500 mil turistas, muitos deles estrangeiros, são esperados para participar da programação.

Leia mais

A era do autoatendimento enfim chegou ao varejo brasileiro?

Autoatendimento muda o relacionamento entre empresas e clientes

Os desafios da inovação no autoatendimento