Apesar da crise que se instalou no país, por conta da pandemia do novo Coronavírus, muitas empresas aumentaram o número de contratações, abrindo novas oportunidades de trabalho durante esse período.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em parceria com o Sebrae, só nos últimos 30 dias, 12% das micro e pequenas empresas aumentaram o quadro de funcionários. Além disso, o índice de demissões nas empresas registra queda nos últimos três meses.

A busca por um emprego requer, muita das vezes, além de disposição para realizar as pesquisas, a sobra de uma verba para bancar os custos de acesso das centenas de milhares de sites que cadastram as vagas disponíveis nas empresas de todo o Brasil.

Sabe-se que o primeiro detetive particular do mundo apareceu no ano de 1850 na cidade de Chicago, Estados Unidos da América do Norte. Allan Pinkerton foi um dirigente sindical na Escócia e sendo perseguido pelo governo daquele país por questões políticas.

Em vista da falta de profissionais devidamente qualificados para serviços de rastreamento e varredura de vagas de emprego pelo país, e com o intuito de descomplicar a vida de milhares de brasileiros que buscam crescimento ou recolocação profissional, a startup Goowit lança dentro de sua plataforma o seu primeiro e único detetive particular. O #VagasPeloBrasil apareceu no ano de 2020, em meio à crise, trazendo em seu relatório de investigação mais de 135 mil postos de trabalho.

A proposta é que em apenas um clique o profissional vá direto ao encontro daquela vaga que tem tudo a ver com ele. O acesso é gratuito para os usuários, mas o CEO da Goowit Deibson Silva não parou por aí, colocou à disposição, gratuitamente, uma inteligência artificial, o Sherppy para treinar humanos e dar dicas ao desempregado de como voltar para o mercado de trabalho.

Entre as vagas, os estados mais procurados são: São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Brasília, Paraná e Santa Catarina. E as principais áreas são: Saúde, logística, TI, marketing/Marketing Digital.

"As mudanças vieram para ficar e o quanto antes o profissional fizer os ajustes, menos danos terá na carreira. Essa solução em Inteligência Artificial, que atua como Mentor Vocacional, ajuda os usuários no desenvolvimento de Soft e Hard Skills - habilidades comportamentais e técnicas, respectivamente-", comenta.

A startup e rede social de recrutamento, que liga 300 mil usuários cadastrados na plataforma, programou seu algoritmo para fazer o match do candidato com a vaga desejada. O GOOWIT une Inteligência Artificial e People Analytics e faz a recolocação do profissional no mercado de trabalho. Combina desempregados e empresas com 99% de assertividade, reduz o tempo de contratação de 45 dias para 7 dias, além de garantir 30% de aumento na retenção de profissionais evitando, assim, prejuízos, já que Brasil é o 9º país do mundo que mais desperdiça dinheiro nas contratações e demissões.

Serviço:
Vagas Goowit: https://goowit.com/

Pode te interessar

Algar Tech apresenta oportunidades de carreira em tecnologia

Concentrix tem 700 vagas abertas

Flex BPO tem mais de 200 vagas abertas em São Paulo