A AlmavivA do Brasil, uma das principais empresas do segmento de contact center do País, é a segunda maior empregadora de capital fechado no Brasil, de acordo com levantamento feito pelo Ministério da Economia a partir de números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No ranking geral de empresas, a AlmavivA está entre as dez na categoria de contratantes.

Há 12 anos no Brasil, a empresa atualmente conta com 32 mil funcionários em diferentes regiões do país. "A AlmavivA chegou ao Brasil em 2006 com 800 colaboradores", relembra Andréa Cunha, diretora de Recursos Humanos da companhia. "É muito gratificante saber que cresceu e abriu diversas oportunidades de negócios, impactando positivamente o aspecto econômico e social dos colaboradores em diversas regiões brasileiras".

Em relação ao perfil dos profissionais, a maioria é do sexo feminino, com idade entre 18 e 25 anos. Segundo Andréa, 44% dos colaboradores tiveram na AlmavivA a oportunidade de ingressar pela primeira vez no mercado de trabalho. "São pessoas com muita vontade de aprender e de se inserir no mundo de trabalho, mas que ainda não têm muita qualificação. Dessa forma, a AlmavivA tem sido responsável por treinar, capacitar e desenvolver habilidades desses jovens talentos para a vida profissional e pessoal".

Geração de negócios – Para gerar essas oportunidades de emprego, a AlmavivA do Brasil tem demonstrado solidez e efetividade na conquista de novos negócios. "A companhia tem apresentado desempenho extraordinário desde que chegou ao País, de modo que tem se destacado não somente no segmento de contact center, mas também em customer relationship management (CRM) e trade marketing", afirma André Pandolfi, diretor de Novos Negócios e Marketing da companhia.

A AlmavivA continua investindo fortemente em sua expansão no mercado brasileiro, focando em clientes dos diversos setores da economia. Para isso, segundo Pandolfi, o objetivo é "levar soluções cada vez mais inovadoras e disruptivas para empresas que buscam o aprimoramento contínuo da jornada dos clientes".

Mais sobre o assunto

AlmavivA supera R$ 1 bilhão de receita no Brasil e eleva em 41,2% seu Ebit

Setor de cobrança da AlmavivA do Brasil é destaque em recuperação de dívidas

AlmavivA mantém expansão no mercado brasileiro