A AlmavivA do Brasil divulgou nesta segunda-feira (24), com a presença de autoridades e CEO da empresa Francesco Renzetti, a ampliação de atendimento a um grande player de telecomunicação do País. Para essa implantação, em andamento, a companhia contratou 664 novos funcionários, em Teresina (PI).

Com a abertura das novas vagas, a AlmavivA atinge marca superior a 5.200 funcionários no Piauí, dos quais, 83% estão no primeiro emprego. Todos os contratados contarão com treinamentos, capacitação, plano de carreira e outros benefícios.

“É um motivo de orgulho para nós, manter os investimentos no país, apesar do momento crítico em que economia se encontra. Continuamos acreditando muito na recuperação do Brasil”, afirma Francesco Renzetti, CEO da Almaviva do Brasil. “Nesta segunda-feira, portanto, estivemos reunidos com nossos parceiros de diversas esferas para anunciar essa realização.”

A operação vai contar ainda com analistas e representantes de atendimento, incluindo cargos de gestão como supervisores e coordenadores, preenchidos com contratações do mercado e promoções internas. Entre os contratados, 91% contam com ensino médio completo, 5% com ensino superior completo, e 4% com superior incompleto.

As contratações são feitas pelo regime CLT, e os candidatos têm direito a diferentes benefícios, como salário base da categoria, assistência médica e odontológica, vale-transporte, vale-refeição, seguro de vida e plano de carreira. A carga horária é de seis a oito horas por dia, conforme a vaga. A companhia oferece ainda treinamentos para cargos de vendas ou atendimento referente a produtos ou serviços, alcance de metas estabelecidas, entre outras tarefas.

Outras notícias

AlmavivA mantém expansão no mercado brasileiro

AlmavivA do Brasil torna-se a maior empregadora do grupo italiano

Em dez anos, AlmavivA se torna a terceiria maior do país